Olá!
Tudo bom com vocês?
Hoje vim trazer (finalmente) mais uma resenha!

•TÍTULO: Senhora
•ANO: Primeiras edições em livros foram lançadas em 1875
•EDITORA: Inicialmente os romances em prosa no Brasil eram publicados através de folhetim nos jornais, então só depois os capítulos eram reunidos em uma edição formando o livro; por ser um clássico brasileiro ele tem varias edições, adaptações e capas.
•PÁGINAS: Depende da edição


Sinopse: Aurélia Camargo, filha de uma pobre costureira e órfã de pai, apaixonou-se por Fernando Seixas – homem ambicioso - a quem namorou. Este, porém, desfez a relação, movido pela vontade de se casar com uma moça rica, Adelaide Amaral, e pelo dote ao qual teria direito de receber.
Passado algum tempo, Aurélia, já órfã de mãe também, recebe uma grande herança do avô e ascende socialmente.Passa, pois, a ser figura de destaque nos eventos da sociedade da época.

O clássico é um livro do Romantismo, escola literaria que tem como características a idealização da mulher como bela e pura, o sentimentalismo e inclusão de aspectos nacionais na literatura. Admito que a leitura do livro obrigatória na maioria das escolas seja realmente importante para conhecermos mais das raízes da literatura genuína brasileira. Massss...

Caí entre nós, José de Alencar tem uma narrativa muito detalhista o que a torna cansativa e parada. Uma adaptação provavelmente teria uma leitura mais prazerosa, mas, no meu caso, a obra integral teve uma leitura arrastada :/

O livro é dividido em quatro partes que aos poucos vão ganhando mais dinamicidade, não pela narrativa do autor que se torna menos prolixa, mas por adquirir mais acontecimentos que prendam a atenção do autor.

Minha parte preferida é a segunda, de nome Quitação, que conta a historia dos pais de Aurélia e seu avó.

A ultima parte que apresenta o desfecho da narrativa, literalmente, na ultima página, me passa a sensação de que foi tudo muito demorado para um final tão corriqueiro.

Observação: Se você nunca ouviu falar da historia do livro Senhora, ela conta basicamente como Fernando troca Aurélia por uma moça de dote maior. Mas antes de acontecer o casamento Aurélia recebe uma herança e compra Fernando por um dote maior ainda, não para viverem felizes para sempre mas para humilha-lo e mostrar o valor de seu caráter. Digamos que no fim temos uma reviravolta previsível.
Não gostei de como os personagens "resolveram" sua rixa pessoal mas reconheço a importância da obra nacionalmente.

Classificação: Clássico do Romantismo brasileiro

Nota: 2/5 (a narrativa do autor e o final me fizeram não aproveitar muito a leitura)

Então é isso gente,
Espero que tenham entendido meu ponto de vista da história :)
Vocês já leram algum clássico nacional?
Gostaram?
Falem nos comentários \o/
Beijinhos :*


2 Comentários

  1. Migaa, adorei seu post !! Está muito bem escrito ! Sei como é ter uma leitura arrastada , tenho esse problema sempre acontece cmg quando leio algum livro escolar... Bjuuuus ���� ~ Sabrina MB~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Sabri :3
      Q bom Q vc gostou <3
      Uhum, eles geralmente mandam versões antigas com um vocabulário mais difícil :/
      Bjss :*

      Excluir